Acupuntura no Brasil

Do ponto de vista histórico, alguns pesquisadores dizem que a Acupuntura (terapêutica que gera estímulos sobre a pele para promover saúde) já era utilizada no Brasil muito antes de 1500, quando os índios cravavam espinhos em sua pele para tratar suas doenças. Mas foi a partir de 1810 que a Acupuntura com a abordagem da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) chegou ao nosso país com os imigrantes chineses, os quais tinham o objetivo de cultivar as lavouras de chá.
Em 1898 os imigrantes japoneses, sem formação superior, introduziram sua forma de utilizar a Acupuntura aqui no Brasil. A Acupuntura passa a ser praticada, ensina e pesquisada com mais vigor nos anos 1950. Em 1953 o fisioterapeuta Frederico Spaeth (Friedrich Johann Spaeth, brasileiro de origem austríaca) já fazia uso dessa prática clínica e em 1958 ele ministrou o 1º Curso de Formação em Acupuntura para vários profissionais de saúde (ex.: fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros e outros), depois de fundar o “Instituto Brasileiro de Acupuntura”
Desde 29 de outubro de 1985 a formação, o diagnóstico, a pesquisa, a prática da Acupuntura vem sendo reconhecida no Brasil por determinados Conselhos Federais da área da saúde.
Todavia, infelizmente, ainda não há lei federal que regule o exercício profissional da Acupuntura no Brasil, assim como ocorre com a Psicanálise, a Psicoterapia, a Homeopatia, o Biofeedback, o Acompanhamento Terapêutico (AT), o Coaching, a Hipnose, o Pilates, etc.


Envie suas críticas,  dúvidas e sugestões clicando aqui.

Se essa informação lhe ajudou de alguma forma, escreva o seu comentário e compartilhe nas redes sociais. Assim, criaremos e promoveremos conhecimento.

Você quer comentar agora?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.